Exposição promove o ensino de fenômenos da luz para deficientes visuais

O que alunos que possuem deficiências visuais conseguem de fato entender das aulas de física, sobretudo as aulas de óptica, que explica os fenômenos da luz?  Esta pergunta surgiu no Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (USP) em função de suas atividades de divulgação de ciência e resultou no desenvolvimento da exposição: “Luz ao alcance das mãos”. 
 Maquetes e painéis tátil-visuais apresentam alguns conceitos a respeito da  luz através da experimentação manual. Para acompanhar a exposição, uma sessão de planetário, que aborda as constelações e suas sazonalidade, além dos diversos planetas do sistema solar, foi desenvolvida com os mesmos princípios.  O público poderá conhecer essa iniciativa a partir do dia 21 de maio, no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias. A inauguração acontecerá às 11h.
 
A intenção da exposição, que comemora o ano internacional da luz, é proporcionar o ensino de conceitos físicos à diversidade de públicos, quebrando possíveis barreiras no processo de aprendizagem. Inovando na prática educativa, busca-se democratizar o acesso ao conhecimento. Além disso, o público que não possui deficiência visual pode usufruir da exposição.  Tendo à disposição o recurso de vendas, poderá vivenciar uma experiência sensorial, sentindo as peças com o tato, além de assistir a sessão de planetário convencional.
 
A exposição conta com mediação, facilitando o acesso e compreensão dos equipamentos, e marca a parceria entre o museu e o Grupo de Óptica, reconhecido pelas inúmeras pesquisas usando luz no laboratório para diversas aplicações, como pesquisa básica em física, tratamento e diagnóstico de doenças como o câncer. Grupos podem agendar visitação através do telefone (21) 2671-7797. A entrada é gratuita.
 
Serviço:
Abertura da exposição “Luz ao alcance das mãos”
Quando: 21 de maio, 11h
Local: Museu Ciência e Vida
Rua Ailton da Costa, 25 - Jardim Vinte e Cinco de Agosto, RJ, 25071-160
Telefone:(21) 2671-7797
GRATUITO